Celulite sob controle

1
10

A Medicina ainda não encontrou uma solução definitiva, mas há vários tratamentos que amenizam muito o problema

Embora a Medicina ainda não tenha encontrado a cura definitiva para a celulite, o problema tem controle e, com os tratamentos certos, é possível amenizar bastante o quadro. Principalmente, quando esses cuidados começam quando o problema está nos estágios iniciais e a região afetada ainda não está muito comprometida. “Mas, é importante esclarecer, na grande maioria dos casos, algum tipo de manutenção ou cuidado precisa ser mantido”, diz o dermatologista Marcos Bonassi. Os tratamentos mais utilizados são a drenagem linfática manual ou feita por meio de aparelhos, já que a celulite compromete a circulação linfática no local. Aparelhos de radiofrequência, de ultrassom e que emitem raios infravermelhos também são indicados – em alguns casos, associados à aplicação de vácuo. O objetivo, em linhas gerais, é esvaziar o conteúdo das células gordurosas (que geralmente ficam “inchadas” nos casos de celulite).

Para os casos em que a pele está cheia de furinhos, é utilizada uma técnica conhecida como subcisão. “Nesse método, o médico usa uma agulha para romper os septos fibrosos que repuxam a derme, comprimindo as células gordurosas e deixando a pele cheia de ondulações”, explica o dermatologista Marcos Bonassi. Segundo ele, em regiões pequenas e com poucos furinhos, utiliza-se também o preenchimento com ácido hialurônico para nivelar a superfície cutânea.

Nos últimos anos, mais um aliado veio se juntar aos tratamentos anticelulite: as roupas com biocêramica incorporada ao tecido. Esse material emite raios infravermelhos que melhoram a microcirculação local. “Essas roupas podem ser úteis, já que, quando o assunto é celulite, toda ajuda é importante. Mas é bom lembrar que as respostas variam de paciente para paciente e que os cuidados com a dieta, além da prática regular de exercícios físicos não devem ser deixados de lado”, diz o dr. Bonassi. No caso da alimentação, é importante reduzir o consumo de gordura, de carboidratos e de sal, esse último para não aumentar a retenção de líquidos. Quanto aos exercícios, os aeróbicos ajudam a queimar calorias mais rapidamente e também melhoram o aspecto geral da celulite, porque contribuem para melhorar a microcirculação local e reduzir o volume das células gordurosas.

Dr. Marcos Bonassi
Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia
Membro da Academia Americana de Dermatologia.
Contato: 3088-0668

 

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Escrever um comentário
Por favor, digite seu nome