Tudo o que você precisa saber sobre: INSÔNIA

1
15
insonia-portal-tecnologia-anti-insonia

Insônia:

Falta de sono; dificuldade prolongada e anormal para adormecer; incapacidade de dormir adequadamente; assonia, insonolência. Se você demora mais de 30 minutos para pegar no sono pode ser um sinal de insônia.

Tudo o que você precisa saber sobre: INSÔNIA Distúrbios do sono Insônia

Os principais sintomas de insônia podem incluir:

  • Dificuldade para adormecer à noite
  • Despertar durante a noite
  • Despertar muito cedo
  • Não se sentir descansado após uma noite de sono
  • Cansaço ou sonolência diurna
  • Irritabilidade, depressão ou ansiedade
  • Dificuldade para prestar atenção, concentrar-se em tarefas ou se lembrar de alguma coisa importante
  • Aumento do risco de acidentes
  • Dores de cabeça localizadas
  • Problemas gastrointestinais
  • Preocupações contínuas com o sono

Uma pessoa com insônia, muitas vezes, pode levar 30 minutos ou mais para adormecer e pode dormir por apenas seis horas ou menos a partir de três noites por semana por mais de três meses.

 

Tratamento de Insônia

Uma mudança nos hábitos de sono e tratar as causas subjacentes da insônia, como condições médicas ou medicamentos, pode restaurar um padrão de sono saudável em muitos pacientes. Se essas medidas não funcionarem, o médico pode recomendar medicamentos para ajudar com o relaxamento e na readequação do sono.

diagnóstico e exames

Buscando ajuda médica

Se você tiver sintomas de insônia e eles estiverem prejudicando suas atividades diárias e seu desempenho no trabalho ou nos estudos, procure um especialista para determinar o que pode estar causando o problema e saber como ele pode ser tratado.

Na consulta médica

Entre as especialidades que podem diagnosticar insônia estão:

  • Clínica médica
  • Neurologista
  • Medicina do sono
  • Psiquiatria

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Você tem tido problemas para dormir?
  • Quantas horas você costuma dormir por noite?
  • Você desperta facilmente durante a noite?
  • Você costuma alimentar-se em grandes quantidades antes de deitar?
  • Você faz uso excessivo de cafeína, nicotina ou álcool?
  • Você passou ou passa por momentos de grande estresse recentemente?
  • Quais são seus hábitos noturnos?
  • Você se sente cansado ou improdutivo durante o dia?
  • A falta de sono tem prejudicado seu desempenho em atividades diárias, no trabalho ou nos estudos?
  • Quando os sintomas começaram?
  • Você faz uso de algum medicamento? Qual?
  • Você já foi diagnosticado com alguma outra condição médica?
  • Você tomou alguma medida para aliviar os sintomas? E funcionou?

Diagnóstico de Insônia

Além de fazer-lhe uma série de perguntas, o médico analisará seu padrão de sono e sonolência diurna. Para isso, você talvez tenha de manter um diário de sono por um determinado período de tempo e depois apresentá-lo ao médico.

Ele provavelmente também fará um exame físico para procurar sinais de outros problemas que possam estar causando insônia. Ocasionalmente, um exame de sangue pode ser feito para verificar a existência de problemas de tireoide ou outras condições que podem estar por trás da insônia.

Se a causa da insônia não estiver clara, ou caso você apresente sinais de outro distúrbio do sono, como a apneia do sono ou síndrome das pernas inquietas, você pode precisar permanecer durante uma noite em um centro especializado para analisar e diagnosticar distúrbios do sono. Lá, os testes são feitos para monitorar e gravar uma variedade de atividades corporais enquanto o paciente dorme, incluindo as ondas cerebrais, respiração, batimentos cardíacos, os movimentos dos olhos e os movimentos do corpo também.

convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

Não importa qual a sua idade, tenha sempre em mente que insônia tem solução. A chave para tratar o distúrbio encontra-se justamente em adequações em sua rotina durante o dia e quando você vai para a cama. Bons hábitos de sono ajudam a restabelecer o sono saudável. Confira dicas básicas:

  • Exercitese e permaneça ativo. Atividade física ajuda a promover uma boa noite de sono.
  • Verifique seus medicamentos. Se você toma medicamentos regularmente, verifique com seu médico para ver se eles podem estar contribuindo para a insônia. Além disso, verifique os rótulos de produtos de venda livre para conferir se eles contêm cafeína ou outros estimulantes.
  • Evite cochilos durante o dia. Sonecas distribuídas ao longo do dia podem dificultar na hora de adormecer à noite. Se for tirar um cochilo, certifique-se de este não passará de aproximadamente 30 minutos e não ocorrerá após as três horas da tarde.
  • Evite ou limite o consumo de cafeína e álcool. Corte o uso de nicotina. Essas substâncias são estimulantes e podem tornar o adormecer mais difícil.
  • Se estiver sentindo dores, procure fazer uso de analgésico. Estar confortável e relaxado é imprescindível para uma boa noite de sono.
  • Regularize seu relógio biológico, estabeleça um horário fixo para dormir e acordar preocupando-se sempre na quantidade de horas dormidas.

Na hora de dormir

  • Evite grandes refeições e bebidas antes de dormir
  • Evite televisão no quarto, usar computadores, videogames, smartphones ou outras telas antes de dormir, pois a luz pode interferir no ciclo de sono
  • Torne seu quarto um ambiente confortável e próprio para o sono. Feche a porta, apague as luzes, mantenha a temperatura agradável e deite-se confortavelmente
  • Esconda os relógios do quarto para não ficar tão preocupado com o horário
  • O mais importante: relaxe. Um banho morno, músicas suaves e exercícios de relaxamento podem ajudar.

Complicações possíveis

O sono é tão importante para a saúde quanto uma dieta saudável e exercícios físicos regulares. Seja qual for o motivo para a perda do sono, insônia pode afetar e prejudicar a saúde física e mental. Pessoas com insônia possuem baixa qualidade de vida em comparação às pessoas que dormem bem. Complicações da insônia podem incluir:

  • Menor desempenho no trabalho ou nos estudos
  • Tempo de reação e reflexo mais lento, acompanhado de maior risco de acidentes
  • Problemas psiquiátricos, como depressão ou transtorno de ansiedade
  • Excesso de peso ou obesidade
  • Irritabilidade
  • Aumento do risco de adquirir doenças de longo prazo, como hipertensão,doenças cardíacas e diabetes
  • Abuso de substâncias, como cigarro, álcool, cafeína e outras drogas.

Continue lendo: http://www.minhavida.com.br/saude/temas/insonia

Fonte: http://www.minhavida.com.br

Comentários

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Escrever um comentário
Por favor, digite seu nome