Medidas simples para evitar as dores nas costas

0
26

A dor nas costas na região lombar, thumb tecnicamente chamada de lombalgia, é uma das queixas mais comuns da população. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que aproximadamente 80% dos adultos sofrerão com pelo menos uma crise de lombalgia durante vida. Vale ainda ressaltar que lombalgia não é uma doença e sim um sintoma que pode ter mais de 50 causas.

A lombalgia costuma apresentar-se como uma dor difusa, prescription mal caracterizada no terço inferior das costas, podendo irradiar para as nádegas ou até mesmo para as coxas. O quadro de dor, frequentemente, inicia-se ao carregar um objeto pesado ou abaixar-se. No entanto, as crises de dor são autolimitadas e dificilmente ultrapassam 2 semanas.

Os principais fatores associados a lombalgia são:

1-Sedentarismo:
Os exercícios agem fortalecendo a musculatura abdominal e lombar, aumentando a flexibilidade e estabilizando a coluna. Isso constitui um importante fator protetor contra a lombalgia.

2-Cigarro:
O cigarro, além de muitos outros malefícios, prejudica a circulação sanguínea acarretando em menor irrigação dos discos intervertebrais. Os discos são responsáveis pela mobilidade da coluna e funcionam como “amortecedores” naturais.

3-Carregar peso de forma inadequada:
Ao levantar um peso do chão é fundamental fletir os joelhos e distribuir a carga entre as pernas e a coluna. Bolsas ou sacolas pesadas em um só lado do corpo também podem agravar as dores.

4- Excesso de peso:
Imagine-se acordar de manhã, segurar um saco de arroz de 10kg e carregá-lo para cima e para baixo durante todo o dia. O excesso de peso sobrecarrega a coluna e aumenta a incidência de dores.

5- Má postura:
Sentar-se de qualquer forma em frente a uma TV ou passar horas trabalhando em um computador de forma inadequada sobrecarregam a coluna como um todo. Dores lombares e dores cervicais podem ser evitadas com uma boa ergonomia.

Vamos a algumas dicas que podem evitar o aparecimento das dores:

1- Exercício físico:
Essa talvez seja a dica mais importante. Uma coluna, mesmo que apresente certas alterações ou “desgastes”, pode ser totalmente assintomática se a musculatura que a cerca estiver equilibrada e fortalecida. Os exercícios que trabalham a musculatura abdominal e lombar são especialmente importantes. Esses músculos estabilizam a coluna e evitam que ela fique sobrecarregada. Ainda assim, qualquer atividade física é benéfica.

2- Pare de fumar:
Já esta na hora de parar o que nunca deveria ter sido começado.

3- Ergonomia:
Sentar-se de forma adequada, com as costas apoiadas na cadeira e de forma ereta poupa a nossa coluna. Joelhos a 90? e pés bem apoiados também são essenciais. Monitores de computador na altura dos olhos, teclados adequados e sobre mesas com apoio para os cotovelos e uma boa postura faz com que o trabalho renda mais e evita aquela sensação de queimação e peso nos ombros ao final do dia.

4- Alcance máximo:
Use banco ou escada sempre que o objeto estiver numa altura acima de sua cabeça. Nunca estique as pernas nem force a coluna para alcançar o que deseja.

Continue lendo no Dr. Guilherme Meyer>>

Fonte: Dr. Guilherme Meyer

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Escrever um comentário
Por favor, digite seu nome