Afinal, o que é Celulite?

2
289
Afinal o que é celulite

Conhecida cientificamente como Lipodistrofia Ginóide, a celulite acomete mais de 95% das mulheres, forma-se no tecido gorduroso que está entre a derme e os músculos.

E o que é Celulite? é um tipo de inflamação das células, um acúmulo de gorduras sob a pele que causam alterações da microcirculação e aumentam o tecido fibroso,

Afinal, o que é Celulite? Celulite

depressões ou elevações na pele que se localizam principalmente nas coxas, culote e nádegas. No século XVII, era considerada como uma característica comum dentro do padrão ideal da beleza feminina, aparecendo até mesmo na arte de alguns artistas barrocos. No entanto, nos tempos modernos tornou-se uma grande inimiga das mulheres.

Pesquisadores destacam que o aparecimento da celulite está ligado ao hormônio feminino estrogênio e ao sistema circulatório, principais fatores que influenciam nas trocas celulares, provocando retenção de água e acúmulo de toxinas. Uma dieta desequilibrada, ingestão de pouco líquido, hereditariedade, uso de pílula anticoncepcional, situações constantes de estresse, sedentarismo, excesso no consumo de bebidas alcoólicas e cigarro também podem desencadear o problema.Afinal, o que é Celulite? Celulite

A celulite pode ser corrigida uma vez que o tecido conjuntivo recupere sua suavidade e elasticidade normais, libere as substâncias retidas e que as mesmas sejam drenadas e eliminadas. É necessário adotar uma dieta restrita a alimentos que não deixam resíduos tóxicos no organismo; exercícios físicos que estimulem a circulação, digestão, eliminação de toxinas e a respiração; além de massagens diretamente nas áreas afetadas.

Principais tratamentos para celulite:

Produtos – Hoje já existem diversos cremes que ajudam no combate a celulite, produtos ajudam na drenagem de toxinas do corpo e tem o objetivo de garantir uma melhor hidratação e firmeza da pele, melhorando o aspecto das lesões.

Nutracêuticos (antioxidantes) – Atuam como antioxidantes ou estimuladores da biossíntese do colágeno, como a centella asiática e o silício orgânico.

Drenagem Linfática – É um tipo de massagem que atua melhorando a circulação local, com o objetivo de eliminar os líquidos retidos nos tecidos. Os movimentos corretos feitos pelo profissional auxiliam ainda na eliminação de toxinas e resíduos metabólicos, melhorando o aspecto da pele e principalmente da região com celulite. “Alguns procedimentos, como a drenagem linfática, podem ser realizados por outros profissionais, além dos dermatologistas, como os fisioterapeutas”, explica o especialista.

Nova tecnologias – As opções de tratamento para celulite evoluíram bastante e hoje já é possível, e acessível, a realização de sessões com aparelhos que combinam radiofrequência, infravermelho, endermologia (suave pressão negativa) e ultrassom, que são capazes de estimular a produção de colágeno nas camadas mais profundas da pele, melhorando sua firmeza e o aspecto da celulite.

Ácido Poli-L-Láctico – É um bioestimulador do colágeno, de uso injetável, capaz de reduzir a flacidez e melhorar o aspecto da celulite. “Esse é um tratamento que deve ser indicado e aplicado por dermatologistas com experiência no seu uso. É um procedimento seguro e não está relacionado aos silicones ou géis atualmente envolvidos com complicações graves e divulgados na mídia”, esclarece Soriani.

Procedimentos cirúrgicos (Subcisão) – Esse método tem como objetivo romper as traves fibróticas que causam as depressões na pele com celulite e promover a síntese de colágeno pelo próprio organismo. Como requer anestesia local, o procedimento deve ser indicado e realizado por dermatologistas com experiência na técnica.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Escrever um comentário
Por favor, digite seu nome